Visitantes

contador grátis

28 de nov de 2010

Encontro de Psicólogos

E o melhor do Fórum, pra mim, foi o encontro com colegas. Alguns que eu conheci por email, trocando experiências no sistema prisional, alguns que li, e reli, alguns que compartilhei, mesmo que muitos deles pensem de forma diferente, mas com esses, posso dizer que existe um respeito pelo trabalho exercido e pensado.




Nestas fotos, ao lado de Álvaro Jr,
Psicólogo Jurídico - Brasília - DF
Ex-diretor do Centro de Observação da COSIPE/SSP/DF
Instituto Médico Legal "Leonídio Ribeiro" - Brasília - DF (Seção de Psicopatologia Forense)
Universidade Católica de Brasília
Diretor Científico da Associação Latino-americana de Psicologia Jurídica e Forense no Brasil (psicologiajuridica.org.br)







Nestas, as colegas do Paraná :
- Cintia Helena dos Santos (doutoranda do Sistema Penitenciário do Paraná, com uma experiência de aproximadamente 15 anos, atuando em Londrina – PR).
- Fernanda Rossetto, psicóloga que atua em Curitiba- PR, colaboradora do CRP 08, uma das organizadoras do Grupo de Trabalho no Paraná, (junto com Anita e Anaídes).
- euzinha

Fomos em 3 psicólogas que atuam no sistema prisional (faltou aí Angela Marian Bernardini, que atua em Curitiba- PR, Cintia e eu), e 2 psicólogas da Comissão organizadora do CRP 08 Fernanda e Anita(que faltou na foto).






Nestas, os colegas psicólogos:

- Francinete, de Porto Velho – Rondônia e
- Ricardo Matos, de Brasília – DF



Vocês podem por favor colocar nos comentários informações sobre vossos curriculuns? Beijocas... foi muito bom partilhar essa experiência com vocês.



E nesta, José Meirelles Filho, psicólogo que também atua no sistema prisional, do Rio de Janeiro. Me lembro que por volta de 2003, quando das angústias do sistema, me coloquei a estudar, nas minhas buscas encontrei um texto dele: "Por (ne)hum trabalho de Psicologia em Prisões", e me identifiquei com suas palavras... pelo menos as compreendi...
Tem mais escritos, e seu último, na cartilha do Conselho Federal de Psicologia, "Atuação do Psicólogo no sistema prisional", página 105.

E eu ainda queria ter dado mais um abraço no Alvino, de Sampa mesmo, pois sou sua fã, mas no segundo dia, divididos em grupos, ficamos em salas separadas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário