Visitantes

contador grátis

28 de mar de 2010

Essa sedutora Psicologia Jurídica !

Bem. Pouco a vi na minha época de formação (1995-1999). Essa é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Psicologia no ano 2000. Dos poucos livros sobre Psicologia Jurídica disponíveis no Brasil, poucos ousam contar sua história, e ainda muitos destes, com dados divergentes... Mas existem pessoas construindo essas referências, e isso é muito bom!
Minha busca foi solitária, mas alguns me auxiliaram nos indicativos do caminho... (Margareth Rodrigues, Alvino Augusto de Sá, entre outros) Assim, abandonei a Psicologia Clínica, e segui o universo fascinante da Psicologia Jurídica. Trabalho nesta área há cerca de 8 anos. Praticamente desde 2002 atuo no sistema penitenciário (DEPEN), como psicóloga da SEJU-PR. Embora dentro de uma área cheia de frustrações, dificuldades e velhos dilemas, amo o desafio de pensar essa prática, de pensar sobre as pessoas envolvidas, dos reflexos sociais destas ações e de suas possibilidades jurídicas. Dos relatos, às palestras, às aulas. Não resisto. Aceito o desafio de ministrar Psicologia Jurídica nos cursos de Direito e Psicologia. Costumo dizer que o sistema público, e ainda mais o sistema penitenciário, pode ser muito cruel com os seus... e as aulas me oxigenam... me permitem respirar... e me reenergizam... O conhecimento me atrai. Quando tenho retorno dos alunos, me realizado. Quando falho, busco melhorar. Quando detecto lacunas, tento preencher. E assim o conhecimento vai sendo construído. E cresço com eles e por eles. Estudo constantemente. Leio. Reflito. E acabo por me dar conta de que estou envolvida por ela. Às vezes ainda, me sinto tocada a escrever (e o consigo raramente pela questão do tempo). Mas, quando me dei conta, de que meus alunos também mereciam um espaço, resolvi abrir este Blog. Que não é pessoal, da Karine Belmont Chaves. É também dos meus alunos. E de outros colegas que tenho encontrado nesta caminhada. É da Psicologia Jurídica, mais que tudo.
Desta que me faz feliz! E não me furto de dividir com vocês!
Quase desisti, quando me dei conta de que sei o básico de informática (se assim posso dizer), e talvez não consiga configurar e incluir os temas, links, listas, arquivos e artigos que desejo... mas estou certa de que o caminho se abre e "alguém" me auxiliará.
Vamos, venha me dar a mão e seja bem-vindo por aqui!